sábado, 25 de abril de 2015

O Incrível Mistério da Escova de Dentes Desaparecida - e outras coisas

Temos que concordar que existe um buraco negro na casa de todo ser humano. Para esse buraco, sem fundo e sem localização específica, vão as agulhas, as tesourinhas de unhas, os botões que guardamos com afinco para um dia repormos naquela blusa linda e, quando cai um botão dela, nunca mais achamos o sobressalente. Por que? Porque ele foi parar no buraco negro. Muitas vezes o pé de uma meia é sugado, sem dó nem piedade pela força do terrível buraco. Ainda outro dia, havia um chocolate lá em casa. Tenho certeza de que ele foi parar no buraco. Eu não comi. Só pode estar no hediondo lugar misterioso.

Fico indignada com algumas coisas que subitamente desapareceram do mercado, apesar de serem adoradas por 9 entre 10 brasileiros. O lanchinho Mirabel, por exemplo! Nos anos 80/90 e mais além um bocadinho, era a merenda preferida para a lancheira da escola. Alguém realmente acredita que simplesmente pararam de fabricar? Treta! A receita com certeza foi parar no buraco negro misterioso da fábrica. Fizeram imitações, mas nunca mais conseguiram o fantástico lanchinho Mirabel.

Resolvi botar a boca no trombone porque dia desses, minha sobrinha veio passar uns dias cá em casa. Chegou de Dublin, com uma malinha e uma escova de dentes amarela. Já lá se vai o tempo em que a parentela chegava de visita com mala e cuia pois hoje em dia, com os voos low cost a cobrarem pela bagagem de porão, só dá para uma malinha com três calcinhas e um casaco. Enfim, Luciana vem curtir um fim de ano lusitano com a velha tia e tudo está muito bem até que...sua escova de dentes amarela desaparece. Misteriosamente. 

Claro, compramos outra escova mas a curiosidade em saber como o objeto havia se evaporado do nada corroía o nosso cérebro. A pobre menina voltou para a Irlanda  com uma réplica da sua escova original, carregando as minhas promessas de que eu moveria mundos e fundos para encontrar a escova amarela sequestrada. 

3 meses se passaram e nada da escovinha aparecer. Coincidentemente ou não, nenhuma tesourinha de unhas apareceu nem o lanchinho Mirabel voltou ao mercado. Voltamos a falar no assunto, quando chegamos à conclusão de que o desaparecimento só poderia ter sido por obra de extra-terrestres que, obviamente, tinham intenções criminosas de fazer experiências com o DNA humano - no caso, da Luciana, tomar a forma humana e invadir a Terra. Conclusão mais óbvia, impossível.

Há quem acredite em coincidências. Há quem prefira Pepsi ao invés de Coca-cola. Eu sou das que pede Coca-cola mas, na falta, aceita a Pepsi, enfim, sou normalzinha. Coincidência para mim não existe. Minutos após minha conversa com Luciana, ao chegarmos à conclusão de que estávamos perante uma iminente invasão de ETs, o que é que eu encontro no quarto de hóspedes, debaixo da plataforma de exercícios que era suposto eu usar todos os dias para ficar em forma? Sim, amados. A escova amarela, na sua capinha amarela. Ah, e uma rolha, mas isso não vem ao caso.

Verónica Vidal - investigadora, colaboradora dos XFiles, caso eu desapareça misteriosamente, é porque fui abduzida. Nem vale a pena me procurar na área 51, isso só funciona com americanos. 51 para brasileiro serve só para juntar limão, açúcar e gelo.